quarta-feira, 10 de abril de 2013

REDE DE SOLIDARIEDADE NO FACEBOOK AJUDA ANIMAIS A ENCONTRAREM UM LAR



Marcela Morais já adotou mais de 10 gatos e três cachorros, um deles pela internet. Foto: Roberto Ramos/DP/D.A Press
Uma verdadeira corrente do bem se formou há pouco mais de um ano no Facebook. Mesmo com as diversas atividades do dia a dia, quase 10 mil recifenses usuários da rede social dedicam parte do tempo para compartilhar informações sobre animais abandonados e estimular a adoção e castração dos bichos. Pedidos de ajuda, repasse de cães e gatos e doação de filhotes são compartilhados diariamente na página S.O.S. Adoção - Recife. No primeiro ano de existência, o grupo conseguiu intermediar mais de 300 novos lares para os animais. Uma das administradoras da página, a universitária Mariana Rodrigues, de 29 anos, explica que, apesar da existência de diversas organizações competentes destinadas ao resgate e adoção de animais de rua, faltava um espaço para as pessoas que resgatam animais por conta própria e, sem condições de criá-los, procurarem por um lar para os bichinhos. “Não contabilizamos rigorosamente o número de adoções que já foram realizadas por causa da página, mas sabemos que todos os dias alguém consegue ‘negociar’ uma adoção. São mais de 300 animais resgatados nesse primeiro ano do grupo”, conta.

No momento, a própria Mariana está procurando um lar para a cadela Girafa. A estudante resgatou a vira-lata da rua em fevereiro. Ainda não encontrou um interessado, mas continua postando mensagens no Facebook. “Meus pais não deixam que ela fique em nossa casa. Sempre resgato animais da rua e minha casa funciona como lar temporário. Assim que consigo um dono para o que está aqui, pego outro para ajudar”, afirma.


A administradora de empresas Marcela Morais, 26 anos, também usa a internet para compartilhar informações sobre adoção e resgate de animais. Ela já adotou três cães e mais de 10 gatos. Sobre o número de felinos, Marcela revela que já perdeu as contas. “São tantos que não lembro a quantidade exata. Certamente mais de 10”, diz brincando. Das três cadelas que cuida, Amanda, Mafalda e Aisha, apenas Mafalda foi adotada a partir de informações postadas nas redes sociais. “A internet é uma ferramenta importantíssima para os defensores dos direitos dos animais. Sempre estamos trocando ideias e buscando conscientização”, frisa.
Fonte pernambuco.cão

Mariana Rodrigues ajuda a manter a página do SOS Adoção na rede. Foto: Ricardo Fernandes/DP/D.A Press

Nenhum comentário:

Postar um comentário