terça-feira, 12 de fevereiro de 2013

Musa divide seu coração entre o samba e os animais



Veterinária Alice Alves, que será musa da Portela, beija o porco Bebê
A dedicação ao samba é enorme, mas ainda sobra tempo para outra grande paixão: os animais. A veterinária Alice Alves, de 28 anos, que cruzou a Passarela do Samba este ano como destaque no desfile da Portela, tem em casa uma vasta criação de bichos. Ao todo, Alice cuida de quatro cachorros, seis gatos, um galo, dois jabutis, 10 pombos, um sabiá, um pássaro agapórnis e um porco de 250 quilos, chamado carinhosamente de ‘Bebê’.
“Cuido do meu porco desde que ele tinha 8 dias. Agora tem 5 anos. Ele foi dado para uma pessoa que não quis criar e eu assumi. Chegou muito magrinho, sem peso, quase morrendo. Tive que fazer uma série de medicações para salvá-lo”, contou Alice, que fez questão de montar uma casinha para o porco, com direito até a ar-condicionado para enfrentar o forte calor do Rio.
“Não faço por luxo, e, sim, para proporcionar uma melhor qualidade de vida para os animais. Até a ração dele importo da Argentina, porque aqui não tem uma tão boa”, revelou.
A veterinária, que trabalha durante a semana em uma clínica particular, faz também, por conta própria, uma trabalho de recuperação de animais condenados. “Tenho em casa um galo que iria ser usado em um ritual de magia negra, o encontrei amarrado na rua. Ele estava com uma doença respiratória muito forte e foi um mês de tratamento até a recuperação”, lembra, emocionada.
Maridão dá força e não nutre ciúmes
A relação da musa com a Portela não é de hoje: são 14 anos de amor. “Sempre desfilei na escola, mas em carros alegóricos. Este ano fui convidada para ser musa e fiquei muito honrada”, discursa. Para fazer bonito na estreia, a fantasia está avaliada em mais de R$ 90 mil: “É toda de cristal. Vou representar a formação da religiosidade através das festas católicas”.
Casada há 10 anos, ela garante que o marido não terá ciúmes de sua passagem na Avenida. “Ele é meu maior incentivador, meu melhor amigo. Está me ajudando com tudo e não se incomoda com o meu posto de musa. Vai estar na Sapucaí para me ver”.
Caratê é mais um atributo
Não é só no samba e na veterinária que Alice tem destaque. Ela já foi atleta da seleção brasileira de caratê. “Tive que escolher entre o esporte e a profissão. Como não podia machucar minhas mãos para cuidar dos animais, fiquei com a veterinária”, conta ele, que disputou competições fora do país.
Por ter praticado esporte por muitos anos, a musa tem facilidade na hora de cuidar do corpo:“Só estou fazendo mesmo uma dieta. A malhação, que já é um hábito o ano todo, vai me ajudar a pegar fôlego, já que vou ter que sambar muito durante o desfile na Avenida”.
Fonte: O Dia

Nenhum comentário:

Postar um comentário