segunda-feira, 28 de janeiro de 2013

CÃES E GATOS CASTRADOS GRATUITAMENTE EM MACEIÓ



Centro de Zoonoses de Maceió realiza castrações de graça
Além de castrar, o CCZ também oferece de graça a consulta veterinária para qualquer tipo de animal
Lázaro Calheiros

       
O Centro de Controle de Zoonoses de Maceió (CCZ), no bairro da Forene, próximo à churrascaria Porteira do Gaúcho, está realizando gratuitamente a castração de cães e gatos. Além de castrar, o CCZ também oferece de graça a consulta veterinária para qualquer tipo de animal: ovinos, eqüinos, bovinos, suíno, entre outros.

Antes de castrar, é feita uma consulta e depois o médico veterinário avaliará se precisa ser feito um exame de hemograma. Tanto para castração quanto a consulta, o responsável pelo animal deve pegar uma ficha de atendimento para cadastro que é entregue antes do CCZ abrir, às 8h. A quantidade de fichas é limitada e são entregues entre 12 e 14 senhas.

O agente de endemias do CCZ, Cícero Marques, explicou que o exame hemograma pode ser feito no Centro de Maceió e custa R$ 10. Esse exame avaliará o estado de saúde do animal e o resultado dirá se pode fazer a castração.

“As castrações podem ser feitas a partir dos seis meses de vida tanto dos felinos quanto caninos. O resultado do hemograma sai em dois dias e o exame é feito em uma clínica no Centro”, disse o agente.

O Centro de Zoonoses de Maceió realiza consultas todos os dias, mas as castrações acontecem de segunda à sexta-feira. O agente de endemias do CCZ Maceió, Cicero Marques, explica que em 2012 o Centro realizou mais de cinco mil atendimentos. Mais informações pelo telefone: 3373-9182.

quarta-feira, 23 de janeiro de 2013

Gatos podem ajudar a prevenir asma e alergias em crianças


por Andressa Monteiro
Estudos apontam que pelos do animal podem reduzir o risco de quadros de asma e alergias em algumas crianças
Quem convive com gatos pode ter menos chances de ter asma e alergias, segundo pesquisa publicada no jornal médico The Lancet. Foi descoberto que a poeira do pelo deles diminui o risco de asma em algumas crianças, alterando a resposta imune a gatos, diferentemente dos ácaros do pó que causam alergia e irritações. Os pesquisadores estudaram 226 crianças, entre 12 e 14 anos, medindo os níveis de anticorpos para poeira dos pelos, que em baixas quantidades, pareceram desencadear alergias. Porém, em altas, reduziram a possibilidade de desenvolvimento da asma. Entretanto, isso não é válido para todos, pois a exposição para algumas crianças ainda pode ser um grande e perigoso fator de risco. Outro estudo desenvolvido por cientistas de Munique, avaliaram os efeitos da exposição a gatos em 8.219 crianças. A propensão a ter a doença foi 67% menor entre os que compartilham o ambiente com os felinos. A proteção parece ser maior naqueles que têm contato com os animais desde o primeiro ano de vida. Mesmo com esses estudos, ainda não é possível se ter certeza do real efeito que os pelos têm no sistema respiratório de cada organismo. Para reduzir a exposição à poeira, a melhor opção ainda é dar banho no seu pet, pelo menos uma vez por semana, e impedir que ele entre no quarto antes das crianças dormirem.
O gato pode desencadear um quadro asmático em crianças?
A asma é uma doença em que ocorre a inflamação das vias aéreas e que não é transmitida por nenhum ser vivo. Não existe cura definitiva, mas meios de controlá-la. Certos componentes externos podem desencadear processos e crises alérgicas como pelos, pó, sujeira ou determinados odores (como o de um perfume). A grande maioria das crianças com asma apresenta quadros leves. Entretanto, uma crise forte pode levar à morte, caso não haja um tratamento específico, conforme orientação médica.
Por que temos alergia e/ou asma?
Ao respirar são inaladas microfibrilas que estão presentes nos pelos. O organismo, ao perceber a presença de um agente estranho, ativa imediatamente o sistema imunológico. As células de defesa lançam um ataque ao corpo intruso, que é sempre mais forte do que a ameaça, causando uma reação alérgica. O resultado é a produção de várias substâncias que irritam os brônquios, provocando a asma. Detectar a existência de alergias ou da asma e diagnosticá-las o quanto antes é importantes para prevenção. Se for o caso, é necessário começar com medicamentos ou terapias específicas ou a imunoterapia. A prática de esportes também é aconselhável.

sexta-feira, 18 de janeiro de 2013

VíÍDEO MOSTRA O ENCONTRO DE DOIS CÃES PELO SKIPE E FAZ SUCESSO NA WEB




Publicado no dia 11, vídeo recebeu mais de 100 mil visualizações.

Um vídeo que mostra o encontro de dois cães pelo Skype fez sucesso pela internet. As imagens mostram o fox terrier chamado "Gaytor", que mora com sua dona em Washington (EUA), "uivando" para um cachorro que vive no Reino Unido. Publicado no dia 11 de janeiro, o vídeo recebeu mais de 100 mil visualizações.

terça-feira, 15 de janeiro de 2013

COMO DEIXAR SEU PET SEGURO NAS VIAGENS DE FÉRIAS

A estudante de publicidade Micherlara Bezerra deixa seus gatos Tonton, Caramelo e Lobinha na casa da sogra. Foto: Arthur Souza/Esp.DP/D.A Press


Polyanna Vieira - Diario de Pernambuco

Com toda agitação do mês de janeiro, nada como uma viagem para descansar. Mas esta programação termina se tornando, muitas vezes, uma preoucupação para os criadores de pets. Deixar ou levar? Para qualquer uma das opções, é preciso planejamento.



Hoje já existem opções de hotéis que aceitam hospedar, junto com os clientes, seus respectivos animais de estimação. O serviço é oferecido, por exemplo, no Beach Class Resort, localizado em Porto de Galinhas, no litoral sul de Pernambuco. Segundo Saulo Henrique, recepcionista do hotel, o acesso com os animais no local é liberado normalmente.“Os pets podem transitar nas áreas sociais. Só informamos que eles devem permanecer sempre aos cuidados do seu dono, e sempre com a coleira”, explica.

Para os que preferem o campo, outra opção fica na zona rural de Pernambuco: o Oásis Hotel e Spa, localizado em Gravatá, no Agreste de Pernanbuco. A proprietária do local se diz bem tranquila quando as pessoas optam por levar seus bichinhos. “Não vejo problema algum. Eles sempre são bem vindos em nossas dependências”, diz. Ela ainda se preocupa com os pets mais novos. “Quando chegam animais novinhos, eu sempre alerto aos donos que não deixem eles nas áreas abertas, pois podem contrair alguma doença”.

Para a entrada do bichinho, em ambos hotéis, é exigido que no ato da reserva seja enviada a cópia da documentação do pet: pedigree e cartão de vacinação. Não é cobrado nenhum custo adicional.




HOTEIZINHOS – Se você escolheu uma hospedagem que não aceita pets, uma alternativa segura são os hoteizinhos específicos para eles. Esta pode ser uma boa opção, mas requer cuidados especiais na hora de escolher o estabelecimento em que o animal vai ficar hospedado. O dono deve fazer pelo menos uma visita anterior ao local para verificar instalações, procedimentos, e se tem registro Conselho de Medicina Veterinária. “Alguns tutores chegam aqui sem nem se preocupar em conhecer o local. Acho isso muito ruim, pois é importante que eles verifiquem onde estão deixando seus pets”, afirma Caio Braga, proprietário do Hotelzinho Petit Pet. O estabelecimento disponibiliza momento de recreação, avaliações com veterinários e passeios individuais. A diária varia de acordo com o porte do animal, a partir de R$35.

Outra alternativa é o pet shop e hotelzinho Clube dos bichos, que oferece atividades e banhos de piscina. “Tentamos dar um conforto, lembrando o que se tem em seu ambiente familiar”, diz a proprietária Patricia Calado. A diária custa R$ 50. Com canis individuais, a recepcionista do pet shop e hotelzinho Planet Pet afirma que a procura nessa época é bem maior. “Muitas pessoas nos procuram em mês de férias”. Com valores razoáveis, essa opção acaba não atrapalhando no orçamento do criador. “Nossa diária é de R$30 independente do porte do animal”, diz.

HOSPEDAGEM AMIGA – Nem hotel que aceita pet, nem hotel para o pet. Tem gente que aproveita mesmo é a casa de parentes e amigos para garantir que o animal estará, literalmente, em um ambiente familiar. Quando precisa viajar, a estudante de publicidade Micherlara Bezerra deixa seus gatos Tonton, Caramelo e Lobinha na casa da sogra. “Acho mais seguro deixar com alguém da família, pois tenho receio de deixá-los em outros lugares, como hoteizinhos. Tenho a sensação de eles não seriam bem tratados”, revela.

Para que o pet não estranhe esses lugares, uma ótima dica é levar alguns pertences dele. “Me preocupo sempre em levar a ração, brinquedinhos e a areia tratada, para que eles se sintam mais à vontade na casa da minha sogra”, diz.

quinta-feira, 10 de janeiro de 2013

COMO É BOM REVER VELHOS AMIGOS

Com Edmilson Teixeira

Estivemos no final da semana passada (5 e 6) em Maceió, onde abraçamos velhos amigos. Inicialmente, descemos do ônibus no CEPA e nos dirigimos à Rádio Difusora de Alagoas, nossa antiga casa de trabalho. Lá encontramos, gravando programas e vinhetas, com a sua bonita voz,  para a Cultural Rádio On Line, o amigo Roberto Santos. Ao seu lado, Pedro Macedo dos Santos, outro amigo de longas datas, orientando as gravações para a sua emissora web. Na função de operador das gravações outro amigo que eu não via há mais de 20 anos: Washington Carvalho. Foi um enorme prazer rever esses amigos e lembrar fatos ocorridos na época em que atuávamos na Pioneira, nos anos 80. Terminadas as gravações (também participei gravando algumas vinhetas) nos despedimos com aquele forte abraço e nos dirigimos, eu e o Pedro,  para a casa de outro excelente companheiro: Edmilson Teixeira. Em lá chegando o ET, como é chamado carinhosamente, estava à nossa espera com a sua família reunida à beira da piscina, encontro regado a uisque, que o Pedro não ousou ingerir, e com razão, temendo a Lei Seca. O que nos comoveu foi a emoção do Edmilson Teixeira aos nos receber. Chegou quase a chorar em algumas ocasiões, de tanta emoção, depois de alguns anos sem contato conosco. Pedro não alongou a sua visita tendo em vista os seus compromissos assumidos para a noite, mas eu, intimado a ficar pelo amigo ET, continuei até altas horas  da noite, privando daquela agradável companhia, do ET, da sua esposa Andreza e sua gentileza (para rimar) dos seus dois filhos, além do pai e da mãe da Andreza,  sogros do Edmilson. No domingo pela manhã, acompanhei o ET num tour pelas ruas de Ponta Verde, Pajuçara, Farol, revendo toda a beleza da minha querida cidade sorriso. Infelizmente tive que regressar a Palmeira dos Índios, por conta dos meus compromissos na segunda-feira, mas prometendo ao amigo que voltaria para outros deliciosos momentos, como aqueles vividos neste final de semana. Obrigado Edmilson e Andreza. Um grande abraço e até a próxima.

Com Roberto Santos e Washington Carvalho

sexta-feira, 4 de janeiro de 2013

SOLIDARIEDADE NO MUNDO ANIMAL



Gata vira 'guia' de cachorro cego no Reino Unido, diz jornal
Cão Terfel tem catarata e quase não saía de seu cesto.

O cão Terfel, de 8 anos, diagnosticado com catarata, praticamente não saía de seu cesto por causa da falta de visão, até que sua dona, a britânica aposentada Judy Godfrey-Brown, arranjou uma gata.
Para a surpresa de Judy, a gata Pwdidat se aproximou do cão e o ajudou a chegar ao jardim da casa onde vivem, em Holyhead, no País de Gales, segundo relata o jornal britânico “The Sun”.
Desde então, ela guia o cachorro e o auxilia para se deslocar. “Nunca vi algo como isso – a maioria dos cães e gatos se odeiam. Mas Pwdidat parece ter percebido imediatamente que Tefel é cego”, disse a dona.
Fonte: Globo Natureza