quarta-feira, 5 de setembro de 2012

Alves Correia (PTdoB), sem coligação e candidato a prefeito, surpreendeu os eleitores ao relatar que aceita doações em dinheiro para manter a sua campanha


Não gosto de política. Mas esta reportagem, publicada no jornal da web Qualquer Instante eu faço questão de postar aqui no meu blog. A  grande figura do meu ex-companheiro de rádio Alves Correia, candidato a prefeito de Arapiraca me fez tomar esta decisão. Trabalhei com Alves Correia na Rádio Meridional de Garanhuns, no ano de 1983,  quando assumi a direção de programação e posteriormente  a geral, inaugurando a emissora. Tivemos apenas um ano de convivência, pois em 1984 voltei para Maceió, a convite da Rádio Palmares. Depois, só voltei a encontrá-lo em 2011, quando o mesmo me visitou na Rádio Vitório FM, em Palmeira dos Índios. Na ocasião Alves Correia me relatou  toda a sua vida de rádio, quando deixou a Meridional. Sofreu muito com a família, mas venceu, foi vereador, deputado estadual e agora tenta se eleger prefeito de Arapiraca. Tem uma enorme audiência na emissora que trabalha atualmente (Gazeta FM), afastado por força da política. Desejo, de coração, sucesso ao Alves Correia e que ele possa, com a força do povão, administrar a cidade de Arapiraca. Sucesso, amigo.

Alves Correia, um radialista do povão, candidato a Prefeito de Arapiraca

Arapiraca: Candidato pede votos e doações financeiras para custear campanha
Alves Correia (PTdoB), sem coligação e candidato a prefeito, surpreendeu os eleitores ao relatar que aceita doações em dinheiro para manter a sua campanha

A propaganda eleitoral nas emissoras de rádio de Arapiraca ganhou uma forma inusitada. Além de pedir votos à população, um candidato a prefeito pede doações financeiras para custear a campanha. 

Alves Correia (PTdoB), sem coligação, surpreendeu os eleitores na edição do programa de rádio da última sexta-feira, 31 de agosto, quando, ao relatar uma oferta voluntária de dinheiro pra sua campanha, disse que aceita doações dos eleitores dispostos a lhe ajudar.

O fato foi contado no guia eleitoral, pelo próprio candidato, que disse ter recebido um envelope durante uma caminhada. Pensando em se tratar de um pedido ou de uma carta de apoio à sua candidatura, Alves levou o envelope pra casa. A surpresa se deu quando ele abriu a carta e encontrou R$ 100 em dinheiro, doados pela dona Jacy Maria da Conceição, 72 anos, moradora do bairro Jardim Tropical, naquele município.  

"Essa é minha ajuda para sua campanha. Você vai vencer. Jesus está contigo, dizia o bilhete". "Nessa hora não contive as lágrimas e chorei. Senti um amor verdadeiro e uma torcida sincera de alguém que realmente quer que eu seja o prefeito desse povo", relatou Alves Correia.

O candidato aproveitou o programa do rádio para pedir ao eleitor, que quiser e puder, para também doar dinheiro para sua campanha, bastando, para isso, procurar a coordenação para receber as instruções de como proceder legalmente.

Campanha dos Ricos

Em mais um momento do guia eleitoral, Alves fez questão de lembrar que não faz a campanha dos ricos e nem com o apoio da prefeitura. No site de divulgação de candidaturas do TSE o candidato Rogério Teófilo (PSDB) declarou que vai gastar R$ 10 milhões, enquanto que Célia Rocha (PTB) informou R$ 4 milhões. Já Alves declarou o limite de gastos de R$ 500 mil. 

"Não é fácil enfrentar as máquinas administrativas do Estado e do município. Não se acanhe, não! Já pedi muito no rádio pra muita gente e, hoje, com muita humildade, peço para mim", finalizou Alves Correia.


Publicada no Qualquer Instante/jornal web

1983: inauguração da Rádio Meridional - Willamar Alves, Alves Correia, Gerson Lima e Rômulo Uchôa


Nenhum comentário:

Postar um comentário