quinta-feira, 5 de julho de 2012

O RÁDIO ALAGOANO PERDEU HOJE JOSÉ BARTOLOMEU



Foto/montagem: Jalon Cabral Neto

Morreu, no início da manhã desta quinta-feira (05), o radialista José Bartolomeu dos Santos, ou “Bartô”, como era conhecido. Aos 58 anos, o locutor da Rádio Gazetaweb, dono de uma das vozes mais marcantes do rádio alagoano, lutava há um ano e um mês contra um câncer de laringe e já tinha se submetido há cinco cirurgias durante este período.

Bartô, que chegou à Rádio Gazeta em 1970, ficou conhecido com os dizeres 'Quem ouve a Gazeta, sabe mais' e 'Quem não ouve, está fora do ar'. Sua morte foi confirmada às 5h40 pela equipe médica do Hospital Memorial Arthur Ramos, onde estava internado.

O velório acontece na Central de Velórios, situado na Avenida Siqueira Campos, no bairro do Prado, em Maceió. O sepultamento será realizado às 16h no Cemitério São José, no mesmo bairro.

Alagoano de Porto Calvo, Bartô começou a carreira profissional em 1968 como repórter geral e na captação do plantão esportivo da Rádio Difusora. Ao chegar à Gazeta, dois anos mais tarde, Bartô trabalhou no Departamento de Jornalismo e no programa Gazeta Saudade Jovem, aos domingos pela manhã, onde atuou até 1974.

Passou ainda por várias emissoras de rádio, como a Rádio Progresso, a Palmares – onde também exerceu função na área comercial –, e a Correio do Sertão, de Santana do Ipanema. Ele também deixou sua marca nas rádios Maceió AM e FM, além de na Rádio AM 710.

Retornou à Rádio Gazeta em 2001, quando passou a trabalhar como produtor executivo, redigindo e apresentando os boletins informativos da programação diária, além de participar da abertura das atividades da emissora, no comando do programa 'Forrobodó'.

Fonte: Gazeta web

Nenhum comentário:

Postar um comentário