quinta-feira, 28 de junho de 2012

GATOS, OS ANIMAIS DA VEZ

Minha gatinha, Bruna Uchôa,  com seu gatão Tom

          Os bichanos estão cada dia mais com espaço na casa dos brasileiros.
Com a rapidez e praticidade do mundo moderno, as famílias estão sofrendo constantes modificações. Dentro delas, a escolha do seu animal de estimação. Apartamentos cada vez menores, jornada muito longa de trabalho, são fatores que fazem com que amantes de bichos pensem muito bem antes de tê-los. E, nos últimos anos, especialmente um tem chamado atenção: o gato. O bichano apresenta a vantagem para muitos por ser praticamente independente, facilitando a vida de seus donos. Segundo a médica veterinária Érica Santiago, quanto mais sozinho o gato for, melhor para ele.
E por levar esse estilo de vida mais solto, os cuidados são bem específicos. Enquanto um cachorro deve ter uma alimentação regrada e pontual, por exemplo, os gatos chegam a se alimentar até 12 vezes ao dia. O ideal, de acordo com os veterinários, é apenas fornecer ração ao animal.“Além disso, uma das coisas mais importantes para os felinos é a higiene. Para eles, o lugar escolhido para fazer suas necessidades deve estar limpo de forma impecável”, explica a veterinária. “E acredite, eles são muito temperamentais”, avisa. Caso não julguem o ambiente apropriado, farão em outro lugar como forma de protesto. 
Para a estudante de jornalismo Tássia Rebelo, a forma de enxergar os animais mudou depois que o fofíssimo Binx a cativou. Ela que preferia declaradamente os cães, foi tomada de paixão ao vê-lo em um blog para adoção. “Ele ainda era um bebê quando o adotei. Hoje ele já tem dez meses. Só agora eu entendo as pessoas que são apaixonadas por gatos”, diz. E quando questionada sobre as vantagens de ter um gatinho, ela é bem direta: “Ele não bagunça a casa como um cachorro, não morde as pessoas que chegam em casa. É muito mais tranquilo”, afirma.
Já com todas as dicas e estratégias na ponta da língua, a estudante de ciência política, Laura Araújo, 22 anos, sempre foi apaixonada por gatos. Desde pequena, quando a maioria das crianças adorava cachorros, ela se apaixonou por uma gata que vivia abandonada em seu prédio. O xodó por Lua, primeira gata da moça, cativou todos da família. “Ela sempre foi bem dócil, bem na dela, mas gostava muito de carinho”, diz. Após 10 anos, a gatinha faleceu, e ela adotou o seu atual amor, a gatinha Nick. “Gatos são ótimos companheiros, ao contrário do que muitos pensam. Tenho paixão por eles”, comenta.
fonte: internet               
                                   

terça-feira, 26 de junho de 2012

O CACHORRINHO UGGIE, DE "O ARTISTA" IMPRIME SUAS PATAS NA CALÇADA DA FAMA


Uggie, o cachorrinho famoso


AFP - Agence France-Presse

O cachorrinho Uggie, que roubou as cenas do premiado filme mudo e em preto e branco "O Artista", imprimiu nesta segunda-feira suas patas no cimento da Calçada da Fama, em cerimônia que marca sua aposentadoria do mundo dos espetáculos.

Ao lado de seu dono e treinador, Uggie saudou com latidos os fãs presentes ao evento diante do Grauman's Chinese Theater, em Hollywood, onde a partir de agora suas patinhas serão fotografadas por milhares de turistas junto às impressões deixadas por astros como Marilyn Monrow, Clark Gable e outras 200 estrelas de Hollywood.

Seu papel em "O Artista" valeu ao astro canino tantos aplausos que a indústria do espetáculo se rendeu ao idoso Jack Russell terrier: em 2001 Uggie ganhou a "Palma de Cachorro" de Cannes e recebeu o prêmio máximo do gênero nos Estados Unidos, a "Coleira de Ouro".

"Tudo mundo diz que sou um grande treinador, e não acho isso. Ele é que é um cachorro muito bom", afirmou Omar Von Muller, anunciando oficialmente a aposentadoria do bichinho.

Segundo ele, os cães dessa raça são particularmente muito inteligentes.

O pequeno Jack Russell Terrier, nascido e 2002 e capaz de fazer todos os tipos de truque, sofre de uma doença neurológica e já está muito idoso para enfrentar o desgaste de uma filmagem. No entanto, continuará participando em aparições públicas, segundo seu dono.

"Ele é tão fofo!", era a frase que mais se ouvia durante a cerimônia.

Aproveitando todo esse carinho demonstrado pelos fãs e profissionais do espetáculo, o vereador Tom LaBonge anunciou a proclamação do dia 25 de junho de 2012 como o "Dia de Uggie na cidade de Los Angeles" e ofereceu uma torta em sua homenagem.

Depois de imprimir as quatro patas no concreto úmido, Uggie posou ao lado de um Collie e um Pastor alemão, representando os também idolatrados astros caninos "Lassie" e "Rin Tin Tin".

Pêlo branco com uma mancha marrom na cabeça e olhar atento e meigo, Uggie atuou em vários filmes e várias propagandas, mas ganhou fama internacional graças a "Água para Elefantes" e "O Artista", vencedor de cinco Oscar, incluindo o de melhor filme.

sexta-feira, 22 de junho de 2012

GATO AUSTRALIANO DE 9 QUILOS É CONSIDERADO O MAIOR DO MUNDO

Este é Rupert, considerado o maior gato do mundo

Com três vezes o tamanho de um gato normal, muitos devem achar que Rupert já cresceu tudo o que podia. Mas o felino gigante, que pesa 9 quilos e pode ser considerado o maior do mundo, ainda com três anos, na metade de sua fase de crescimento e deve ganhar mais uns 5 quilos.
Eleito por três vezes o gato do ano na Austrália, onde vive, Rupert é considerado o maior gato da raça maine coon já visto pelos juízes das competições.
– Ele é majestoso, com seu pelo grande e seu magnífico olhar selvagem – derrete-se a dona de Rupert, Kyra Foster.
Fonte: Extra/O Globo

quinta-feira, 21 de junho de 2012

QUEM ESTÁ ANIVERSARIANDO HOJE É O NOSSO NETO MARCOS EDUARDO UCHÔA


O alvirrubro Markinhos, comemorando hoje 15 anos
Quem vai receber votos de parabéns neste dia 21 de junho – quinta-feira – é o nosso neto Marcos Eduardo Uchôa Cavalcanti,  filho do David Uchôa. Markinhos, como é chamado carinhosamente pela família e pelos amigos, está soprando hoje 15 velinhas e escolheu a casa dos avós paternos para passar o seu aniversário. Não vai haver festa, mas a vó Zilma não vai deixar passar em branco essa importante data e na certa vai preparar um simples bolinho para que o Markinhos sopre as suas 15 velinhas. Ele aniversaria, mas os avós paternos é que ganham o presente de tê-lo junto no dia de hoje. O papai está longe, em Santa Catarina, mas certamente lembra do aniversário do seu filho mais velho e enviará seu beijo através do telefone. Parabéns Markinhos pelo seu aniversário e fique certo de que nós amamos você. Receba o beijão do seu avô, da sua avó Zilma, do seu tio Diego, da sua prima Bruna, do seu pai David e de toda a sua família Uchôa Cavalcanti. 

Markinhos e sua prima Bruna num passeio ao Shopping

terça-feira, 19 de junho de 2012

O FACEBOOK NÃO ME PERMITIU MOSTRAR ESTE VÍDEO, MAS AQUI ELE NÃO MANDA

video


Não sei a razão, mas não houve condições de postar este vídeo na nossa página do Facebook. Mas ele está aqui, para você assistir e dar a sua opinião, se assim desejar. Aqui, o Facebook não pode interferir. Falei e disse.

segunda-feira, 18 de junho de 2012

MATÉRIA PROIBIDA PARA MENORES DE 60 ANOS



Este vídeo traz cenas de Jerry Adriani, Wanderley Cardoso e Renato e Seus Blue Caps no documentário A Opinião Pública, primeiro filme de longa-metragem dirigido por Arnaldo Jabor, hoje comentarista da Rede Globo de Televisão. No filme, Jerry canta trecho de "Um grande amor", assim como Wanderley Cardoso (Te esperarei) e Renato e Seus Blue Caps (Escândalo em família) numa mistura que inclui cenas do Programa do Chacrinha, com Rosemary, Carlos José e até Clovis Bornay no palco. O filme, produzido em 1967, três anos após o golpe militar que colocou o Brasil sob o regime da ditadura, é enquadrado no estilo "cinema verdade" em que não há atores ou roteiro. Traz apenas filmagens editadas da vida real. O objetivo foi mostrar de que maneira a falta de organização e de consciência política da classe média brasileira foi responsável pelo retrocesso do país, reforçando a ideia de que o movimento Jovem Guarda foi politicamente alienado.O filme foi premiado no Festival de Pésaro, na Itália.
fonte: youtube

sábado, 16 de junho de 2012

ADULTOS EXPERIENTES: GERAÇÃO "A"


Eles foram os jovens das transformadoras décadas de 1960 e 70 e agora reinventam o conceito de envelhecer, no Rio de Janeiro. Uma enquete da agência de publicidade Quê e da CASA 7 Pesquisa traça o perfil desses cariocas entre 60 a 75 anos, a “Geração A”: A de “ativa”, “autônoma” e de “agora” – sem tempo a perder.

onge da imagem de “idosos”, “terceira idade” ou “velhinhos” – expressões que rejeitam –, eles se enxergam como “adultos experientes”.

Na visão de cerca de 500 que responderam aos questionários, velhos eram seus pais, não eles.

A Geração A é independente, pratica esportes, ajuda financeiramente a família, viaja com frequência e tem vida sexual ativa.

Carlos Vieira, 63, que recentemente incorporou uma tatuagem no braço ao visual, resume assim sua geração: “Nós nos negamos a envelhecer, a morrer, e nos negamos a ficar caretas.”

Estudo sobre novos nichos publicitários deu origem à "Riologia"

O perfil da Geração A faz parte da Riologia, pesquisa que reuniu informações sobre cinco grupos de cariocas no novo momento vivido pela cidade, com o renascimento econômico, reflexos do Pré-Sal, UPPs (Unidades de Polícia Pacificadora) e outras mudanças recentes, impactadas ainda pela melhora geral da economia e por programas sociais.

O que começou como a busca de um novo nicho publicitário acabou por descobrir peculiaridades e hábitos e criar novos perfis da “Geração A”, dos “Universitários Classe C”, dos “Solteiros”, de “Praticantes de esportes alternativos” e dos “Teens (Adolescentes) de famílias não-convencionais”.

O projeto e os resultados do primeiro grupo foram lançados no último dia 5 de junho, em café da manhã no Parque Lage, com representantes notórios desse perfil: o surfista Rico de Souza, que faz 60 anos em 2012, a atriz Nicette Bruno, 79, e o jornalista Ancelmo Gois, 64. Curiosamente, o estigma da idade levou muitos artistas e personalidades a recusar o convite para participar do evento. Um deles, reconhecido jornalista e produtor musical, avisou que não iria, porque tem apenas “30 anos”.

Rio é Estado do Brasil com mais pessoas acima dos 60 anos de idade

Para a Geração A, porém “velho é quem não tem autonomia”. Embora corresponda a 10% da população brasileira e a 13,3% no Rio – Estado com a maior população acima de 60 anos – a Geração A não se vê representada nos anúncios publicitários nem na mídia e se sente invisível.

“A sociedade ainda põe a gente como velhinho”, protesta Janete, 64 anos. “Roupa pra idoso ou é uma roupa mostrenga do século 19 ou você fica como uma piriguete, e aí fica ridículo!”, disse Maria Alice, 64, aos pesquisadores.

Na opinião de Tatiana Soter, diretora de Atendimento e Planejamento da Quê e idealizadora da Riologia, "não foi só a expectativa de vida que aumentou" para a Geração A.

"A expectativa de viajar, de ter autonomia, se relacionar e ter uma vida ativa também. Os idosos não querem ser vinculados aos velhos rótulos. Eles têm poder de compra e querem viver e consumir. A Geração A tem de ser vista pela publicidade sob esse novo olhar: o olhar da oportunidade", disse Tatiana.

A pesquisa tem ainda mais sentido de ser feita no Rio porque a cidade abriga nove dos dez bairros com mais pessoas acima de 60 anos no Brasil. Em Copacabana, por exemplo, são 30% dos moradores.

A Riologia identificou que 71% dos entrevistados colaboram financeiramente com a família e apenas 19% são dependentes dos filhos – o Censo 2000 já identificava que maiores de 60 eram responsáveis economicamente por 62,4% dos domicílios no País.

De acordo com a enquete, um terço dos entrevistados vive sozinho, quase a metade pratica atividades físicas regularmente e segue dieta, ações que lhes garantem saúde, considerada essencial para se ter autonomia.

Depois de responsabilidade, a liberdade – não ter de “dar satisfações a ninguém” – é o segundo item na escala de valores, ao lado de família e à frente de saúde. “A gente faz tudo que podia fazer antigamente. A gente tá livre, leve e solto!”, afirmou Evinha, 68, aos entrevistadores.

Metade dos entrevistados diz ter vida sexual ativa

Como ela, 76% fazem planos para viajar e praticamente a metade (47%) mantém vida sexual ativa -19% vivem relacionamentos eventuais. “Quando a gente para assim pra pensar que amanhã a gente pode pegar a mala e viajar, não é bom?”, questiona Paulete, 69.

As novas tecnologias, como internet e as redes sociais, também desempenham papel importante nesses relacionamentos, daí por que um em cada cinco dos ouvidos tem smart phone e um quarto tem perfil no Facebook ou no Orkut.

“Eu me atualizei, sou digitalizado, eu uso muito a internet como fonte de pesquisa, acho riquíssima. Eu não sou dos bits e bytes mas eu uso. Tudo que você imaginar, eu tenho”, disse João, 61.

“Um amigo chega pra mim e diz: cara, você está parecendo um garotão! Eu respondo, eu sempre fui um garotão!”, exemplificou Cabral, 64.

A preocupação com a estética não se limita à saúde. “Meu filho casou há três anos, e eu falei: ‘Com este pescoço, não vou ao altar! Então, fiz uma plástica. Botox, plástica, já fiz tudo. Tudo assim, pequenininho, para não ficar muito estranho”, contou Glorinha, 63 anos.
Fonte: Internet

segunda-feira, 11 de junho de 2012

A EMOCIONANTE HISTÓRIA DE SÔNIA, UMA CADELA IDOSA. LEIA E CHORE. MAS NÃO SE PREOCUPE...TEM UM FINAL FELIZ

Uma alma bondosa cuida da sofrida cadela Sônia

”Meu nome é Sonia e eu moro em um abrigo de animais em Portugal. Estou aqui há muito tempo e ninguém sabe ao certo quando eu vim para cá. Nem eu mesma sei porque estou muito velha. Não ouço bem e nos últimos dias tenho dormido muito. Enquanto eu durmo, tenho problemas com a minha bexiga e acabo me molhando. Eu sei que as pessoas aqui são muito ocupadas e não podem limpar meu cesto, então eu espero pacientemente até que alguém, uma vez por semana, venha e me dê um cobertor limpo e seco. Eu já havia desistido de encontrar uma pessoa que cuide de mim e que me dê uma caminha própria para que eu possa deitar. À minha volta eu vejo outros cães saírem daqui contentes, mas nunca ninguém vem me ver. Então eu dou uma voltinha por aí e volto a dormir. Eles são muito gentis comigo aqui, mas inexplicavelmente muito ocupados para tomar conta de todos os animais.

Mas na semana passada um fato maravilhoso aconteceu. Um ser de duas pernas veio até aqui com um imenso sorriso no rosto e lágrimas nos olhos. Eu não entendi muito bem se o choro era de alegria ou de tristeza… Por que ela está sorrindo? Ela me disse que eu estava autorizada a sair. Eu? Posso ir? Para onde? Ela me disse que eu estava indo para uma casa, a minha casa, com uma caminha só para mim e outros amigos. Eu teria que viajar alguns quilômetros, mas haveria alguém me esperando para me dar amor e para me levar para um lugar de onde eu não sairia mais. Eu não entendi por que alguém iria querer um cachorro velho como eu, mas a mulher me disse que nesse lugar existem outros cães idosos. Eu mal podia acreditar, terei minha própria família!”

Em julho de 2011, a presidente da Djimba, um lar para cães idosos e doentes, foi até Portugal para adotar Sonia e tirá-la do abrigo onde viveu por mais de 12 anos. Agora ela mora em um lar amoroso com outros 17 cachorros, a maioria passou por maus tratos, negligência ou foi abandonada à própria sorte. Hoje Sonia está medicada contra a incontinência e tem sua própria cadeira, onde se sente segura.

Ela tem se alimentado bem e pede por carinho. Sonia está quase cega e precisa ser carregada para fora da cadeira, já que não sabe a altura exata até o chão e não consegue pular. Mas quando ela vai para o quintal ela faz o que quer, passeia e depois entra. Então ela senta perto da cadeira e faz um esforço para subir até que alguém venha ajudá-la.

A Djimba é uma pequena fundação sediada na França que depende doações. Todos os nossos animais (18 cães e seis gatos) moram na mesma casa em harmonia.

Fonte: www.anda.jor.br (publicada no blog do Moreira da Silva)

domingo, 10 de junho de 2012

"AMIGOS DO RÁDIO" ESTIVERAM REUNIDOS NESTE SÁBADO

Os 12 amigos do rádio em reunião neste sábado 09 de junho

Neste sábado, 9 de junho, no Restaurante Renato’s, estiveram reunidos os “Amigos do Rádio”, atendendo ao convite do amigo Pedro Macedo,  para relembrar os bons momentos vividos na era de ouro do rádio alagoano. Um papo descontraído, regado a uma geladinha, momentos de descontração, historinhas engraçadas vividas por alguns  e a lembrança do bom tempo do rádio. Alguns ainda em atividade, outros aposentados e a maioria com saudade do tempo em que o rádio alagoano viveu seus momentos de glória. Presentes, além do anfitrião Pedro Macedo (Cultural Rádio On Line), estiveram Reinaldo Cavalcante (Gazeta Am com o seu famoso Hoje é Dia de Praia), Stênio Reis ( Difusora), Zé Lins ( Difusora) com sua esposa Patrícia, Marcos Guimarães, Rômulo Uchôa (Vitório FM), Cláudia Maria e sua filha Karla Núbia, Roland Benamour, Jorge Silva, Floracy Cavalcante ( Pajuçara FM) e Moab Bezerra (cantor gospel). Lamentando, apenas, a ausência de amigos que foram devidamente convidados pelo Pedro Macedo mas que, por uma ou outra razão, não puderam comparecer. No mais, só muita alegria e descontração. Parabéns ao Pedro Macedo por mais uma realização desse encontro e que outros aconteçam com a participação cada vez maior dos “Amigos do Rádio”. Abaixo, alguns flagrantes colhidos pela câmera do Pedro Macedo:

Floracy Cavalcante

Jorge Silva

Marcos Guimarães,Cláudia Maria e Roland Benamour

Rômulo Uchôa

Stênio Reis

Reinaldo Cavalcante e Cláudia Maria

Zé Lins e sua esposa Patrícia

sábado, 9 de junho de 2012

NEAFA: ENCONTRO PARA ADOÇÃO DE CÃES E GATOS SERÁ NESTE SÁBADO



Quem ama, cuida...Se puder, adote...
O melhor momento para adotar um bicho de estimação está chegando. Aos que não podem ir ao Núcleo de Educação Ambiental Francisco de Assis (NEAFA) durante a semana, terão a chance de levar um animal para casa e dar todo amor e carinho ao novo membro da família.
Neste sábado, dia 09, das 9h às 16h, na sede do NEAFA, situada na Rua dos Bandeirantes, 504, Farol, ocorrerá o tradicional Encontro para Adoção de Cães e Gatos.
São diversos animais que precisam de um lar permanente. Eles foram resgatados pela ONG após serem vítimas de maus-tratos, abandono e receberam os devidos cuidados para se tornarem aptos para adoção.
Segundo a presidente do Núcleo, Cristiane Leite, este tipo de campanha é essencial para que os animais encontrem uma boa família. Além disso, ela ressalta que o número de cães e gatos domiciliados no NEAFA é grande, portanto é necessário que o evento do próximo sábado supere as expectativas do anterior. “Antes de chegarem ao Núcleo, estes animais, em sua maioria, sofrem muitos maus-tratos e abandono. Dentro das nossas possibilidades tentamos fazer o melhor por eles para que possam ganhar uma família de verdade, com tutores responsáveis”, avalia Leite.
“Pedimos que, ao adotar, às pessoas reflitam que a responsabilidade é grande, pois estão lidando com uma vida. Os animais saem com as vacinas em dia, vermifugados e se já tiverem ultrapassado os seis meses, são esterilizados”, complementa.
Para adotar um cão ou gato do NEAFA, é importante que o futuro tutor seja maior de idade, leve sua carteira de identidade e comprovante de residência. “Todos os animais adotados através da ONG, terão atendimento veterinário gratuito no período de um ano”, finaliza Cristiane Leite.
Fonte: Ascom Neafa

terça-feira, 5 de junho de 2012

OS "AMIGOS DO RÁDIO" SE REÚNEM MAIS UMA VEZ. O CONVITE É DO PEDRO MACEDO

Cerca de 27 profissionais do rádio alagoano se reúnem no próximo sábado, dia 9, no Restaurante do Renato's no Pontal da Barra, em Maceió. O encontro dos "Amigos do Rádio", idealizado pelo nosso companheiro Pedro Macedo, faz com que os antigos radialistas possam passar horas naquele papo gostoso, recordando a era de ouro do rádio alagoano. Nesses encontros, são relembrados momentos hilários, "gafes" e recordamos os saudosos e velhos amigos que já nos deixaram. Uma excelente lembrança do Pedro Macedo. Agradecemos o convite, estaremos participando, esperando encontrar o maior número possível de grandes amigos, alguns deles ainda em atividade no rádio ou na televisão. Os flagrantes que deverão ser colhidos pela câmera do Pedro Macedo serão postados aqui no nosso blog muito em breve.

domingo, 3 de junho de 2012

FALANDO COM AS CRIANÇAS SOBRE PORNOGRAFIA NA INTERNET




Os pais aprenderam a esperar e, muitas vezes, a odiar duas conversas sobre sexo com seus filhos: a primeira lição sobre "de onde vêm os bebês" e uma discussão mais delicada sobre como levar uma vida sexual saudável quando se é um jovem adulto.
Mas agora eles estão enfrentando uma terceira: a conversa sobre pornografia.
Não existe um roteiro pronto, nem um momento previsível para o diálogo. Ele pode acontecer aos 6 ou 7 anos, quando a criança talvez ainda não compreenda os mecanismos básicos do sexo. Normalmente, a conversa ocorre após um passeio acidental de uma criança pela internet, ou após a busca deliberada de um adolescente curioso em um smartphone, laptop, tablet ou um dos outros aparelhos que tornaram quase impossível crescer sem se deparar com materiais sexualmente explícitos. Até mesmo uma pequena busca no Twitter ou no Facebook revela relatos, normalmente seguido por exclamações, de estudantes mais velhos que afirmam ter visto pornografia nos computadores ou celulares de colegas de classe.
Conforme disse Elizabeth Schroeder, diretora executiva da Answer, uma organização nacional de educação sexual com sede na Universidade Rutgers: "Seu filho verá pornografia em algum momento. Isso é inevitável". Em seguida, os pais são confrontados com um novo dilema da era digital: É melhor tentar proteger os filhos de conteúdos explícitos, ou aceitar que eles são tão generalizados que se tornaram um fato da vida, e que requerem uma conversa especial?
O senso comum afirma que regras estritas sobre o tempo passado em frente a uma tela de computador e a instalação de filtros irão resolver o problema. Entretanto, em vista do número de telas, grandes ou pequenas, que preenchem uma casa comum, essas estratégias podem ser tão eficazes quanto construir um abrigo na areia enquanto a maré está subindo.
Alguns pais ensinam seus filhos a fugir de materiais explícitos, tão logo um deles apareça, enquanto outros tentam ser o mais abertos possível, filtrando os conteúdos quando as crianças são pequenas e contando com controles menos rígidos e conversas francas com os adolescentes.
"Eu me lembro de como reagi quando meus pais disseram, algo como 'Ah, não, isso é horrível!'", afirmou Chaz, consultor de software e pai de dois filhos que vive em Minneapolis. (Assim como muitos pais entrevistados para esse artigo, ele pediu para que seu sobrenome não fosse divulgado, de modo a proteger a privacidade de seus filhos.)
Ele se lembrava com clareza de como estava desesperado para olhar uma revista Playboy quando tinha 14 anos. "É o máximo da estupidez acreditar que meu filho não é assim", afirmou.
A conversa sobre pornografia que ele teve há pouco tempo com seu filho de 12 anos foi iniciada por uma fatura cobrando um aplicativo do iTunes que mostra 1001 fotos de seios.
Ao invés de ficar bravo e dar uma bronca por causa da compra, ele se sentou com seu filho, perguntou se ele e seus amigos estavam interessados nesse tipo de conteúdo e, em seguida, explicou que havia instalado em sua rede um filtro de bloqueio, o OpenDNS, para impedir que ele acessasse os piores tipos de conteúdo.
Fonte: NYT

sábado, 2 de junho de 2012

HOJE, EM RECIFE, É DIA DE FAZER UM NOVO AMIGO


Adotar um animal representa muito mais do que um gesto de solidariedade, é um gesto de amor. Existem pessoas que, de tanto amar, acabam se tornando protetores. O papel do protetor dos animais é retirar das ruas, cuidar e tratá-los para que eles possam conquistar uma adoção. Muitas vezes são criados em suas próprias casas, com auxílio de doações e parcerias. Trabalhando em conjunto com outros protetores ou até sozinhos, são capazes de realizar grandes ações. Um exemplo de atenção aos animais é o projeto de extensão da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), a ONG Adote um Vira Lata, onde os protetores defendem temas como guarda responsável, adoção, esterilização, denúncia de maus tratos, meio ambiente e saúde animal. 
Neste sábado, a ONG da UFPE, em parceria com a Secretaria de Saúde do Recife, promove mais uma feira de Adoção de Cães e Gatos Saudáveis no Parque de Exposições do Cordeiro, na Avenida Caxangá, na Zona Oeste do Recife. O evento acontece a partir das 9h. 
Somente pelo Centro de Vigilância Animal do Recife (CVA) estarão disponíveis para adoção dez cães e gatos, todos vermifugados, microchipados e vacinados. Os demais são das outras instituições que também estimulam a adoção responsável.Além da feira, haverá a ação Animal Solidário que consiste na arrecadação de ração e medicamentos para os animais carentes. Os interessados em adotar algum bichinho de estimação devem ter mais de 18 anos e apresentar os documentos de identidade, CPF e comprovante de residência.

FILHOTES
Em paralelo, a ONG Pet Pe também promoverá uma campanha de adoção animal no Sam's Club, na Avenida Mascarenhas de Moraes, na Imbiribeira. É a segunda vez que a organização faz um evento desse gênero. Nesta edição, serão disponibilizados mais de 20 filhotinhos para a adoção.
Fonte:diário de pernambuco