quarta-feira, 9 de maio de 2012

TRABALHO E REPOUSO DEVEM ANDAR JUNTOS

           VOLTO A PUBLICAR MAIS UM ARTIGO DO QUERIDO AMIGO DR. MILTON HÊNIO




O tempo vai passando e o brasileiro tem que trabalhar cada vez mais para o sustento da família. Mas a luta pela sobrevivência de forma exagerada faz com que o organismo se danifique, porque o trabalho excessivo sem o repouso correspondente, desorganiza a mente e o corpo. “Estou cansado”, é uma frase que ouço frequentemente dos amigos. Cuide do seu trabalho, mas cuide também de você, caro leitor. O mundo atual é dinâmico, de muitas atividades, de muita concorrência. E no meio de todo esse corre-corre que a vida nos impõe está o homem, dotado de um organismo relativamente frágil para muitos obstáculos enfrentar. Nenhum computador foi projetado até hoje com a capacidade que possa competir com a grandeza do cérebro humano. Acredita-se que possuímos 100 bilhões de neurônios que são condutores de milhões de sinais. São esses neurônios, portanto, que se desgastam quando nós sofremos constantes emoções negativas e estamos cansados pelo excesso de trabalho. Você tem que trabalhar mas pensar que o organismo é uma grandiosa máquina, mas como toda máquina pode baquear quando usada além dos limites. O dinheiro é importante para o seu viver, mas também observando seus métodos de adquiri-lo sem se desgastar. Li certa vez estas palavras: “Com dinheiro compro a cama, mas não o sono; a comida, mas não o apetite; uma casa, mas não o lar; remédios, mas não a saúde; livros, mas não a inteligência; um crucifixo, mas não a fé”.
O trabalho do coração, por exemplo, dá-nos uma ideia do que representa repouso durante o trabalho. Todo mundo pensa que o coração trabalha direto, em seu conjunto, todo tempo. Na realidade, porém, há um período definido de descanso depois de cada contração. Ao funcionar em média 70 pulsações por minuto, o coração está trabalhando verdadeiramente 9 horas em cada 24 horas. O segredo do coração está em trabalhar por partes; enquanto uma parte se contrai a outra está relaxada. Nosso coração é uma peça preciosíssima e precisa ser muito bem cuidado. A única função do coração é bombear sangue para todo o corpo.  Em média o coração bate 70 a 80 vezes por minuto, 100 mil vezes por dia, 40 milhões de vezes por ano.
Passamos, sem perceber, grande parte de nossa vida trabalhando, rindo e às vezes chorando, procurando viver bem enquanto temos a vida como prêmio.  Porém, muita gente destrói parte da vida por ter saído de seus limites.  É preciso pensar na vida e não apenas correr pela vida, como se não fosse possível correr e pensar ao mesmo tempo.
Artigo publicado na Gazeta Web

Nenhum comentário:

Postar um comentário