segunda-feira, 23 de abril de 2012

UMA SURPRESA QUE ME DEIXOU EMOCIONADO




Recebí do Jalonzinho (Jalon Cabral Neto) um e-mail contendo uma contra capa de um dos Lp’s gravado pelo amigo e artista alagoano,  recentemente falecido,  Roberto Beckér. Uma surpresa agradável que me deixou emocionado, haja vista que a apresentação desse disco foi elaborada por mim e, com toda a sinceridade,  não me recordava de tê-la escrito. Vai ficar no meu arquivo com a saudade desse cara alegre, irreverente e amigo que foi o Beckér. Muito obrigado ao Jalonzinho por esta relíquia que guardarei com o maior carinho. Para aqueles que tiverem dificuldade em ler  devido ao tamanho das letras, transcrevo a mesma neste espaço:

APRESENTAÇÃO   
Roberto Beckér é um artista do povo.
O que ele canta, o que ele diz, o que ele compõe, é fruto de sua própria vivência nas mais diversas camadas sociais de Alagoas.
Beckér é dessas pessoas que entram  com a mesma tranquilidade num clube da mais alta categoria, numa residência “Classe A” ou numa palhoça humilde, num barzinho desses localizados na orla de nossas lagoas.
Irreverente na maioria de suas letras, Beckér fala para o grande público aquilo que se diz  expontaneamente nos encontros entre pessoas animadas, nos papos que, às vezes, varam madrugadas.
Artista completo, versátil, um show com Roberto Beckér  é uma mistura de música,  humorismo e até de números de um ilusionismo caboclo que diverte as  pessoas de todas as idades.
Neste disco, Roberto Beckér reuniu nove de suas mais recentes composições e uma do seu amigo Jucá Santos (poeta, escritor e compositor) pra fixar um trabalho que Alagoas toda conhece mas que é bom demais para se restringir às nossas fronteiras.
Com toda a malícia e irreverência  de suas apresentações ao vivo . Em suas mãos o trabalho de Roberto Beckér. 
                                                       Rômulo Uchôa

Foto publicada no blog do Jalon Cabral

Nenhum comentário:

Postar um comentário