terça-feira, 24 de abril de 2012

UM GRANDE AMIGO, UMA FELIZ LEMBRANÇA




Estava no último domingo 16 de abril, às 5 horas da manhã, ouvindo uma emissora AM de Arapiraca quando no programa Arquivo Musical, que recorda os grandes sucessos dos anos 60,70,80, o comunicador tocou uma música de Célio Roberto: “Não toque essa música”.  Aí bateu aquela saudade dos anos 50. Pesquisei no You Tube e encontrei a música com  o meu amigo Célio Roberto cantando, no programa do Gilberto Barros. Deixem-me contar um pouco da história desse amigo de longas datas:
O ano era 1955. Na ocasião estava prestando meu serviço militar a Aeronáutica e foi lá que encontrei o Célio Mousinho. Dentre os inúmeros amigos que fizemos no quartel, o Célio Mousinho se destacava pela sua alegria e comunicação. No alojamento, o Célio estava sempre cantando, com uma voz bonita que chamava a atenção dos colegas. Certa ocasião, eu falei: “Imagina, Célio, daqui a uns anos eu anunciando você num programa: ..."e com vocês, Célio Mousinho...” Aí o amigo, como se estivesse num auditório, cantava uma das suas músicas preferidas (geralmente italianas) e arrancava aplausos dos outros praças. O tempo passou, terminamos o nosso período de prestação do serviço militar e nunca mais nos vimos. Alguns anos depois, já trabalhando em rádio no Recife, tomo conhecimento de que aquele ex-companheiro de farda gravara um disco. Seu nome passou a ser CÉLIO ROBERTO. Em 1982, quando trabalhava na Rádio Difusora de Alagoas, fui  a São Paulo a fim de gravar umas vinhetas para a programação. E lá, para minha alegria, voltei a encontrar o Célio. Levou-me à sua residência e a conversa girou em torno de rádio e televisão, sem esquecermos de recordar os velhos tempos da aeronáutica. Depois desse encontro não ví mais o Célio. No último domingo ouvi a sua música na rádio de Arapiraca e me bateu aquela saudade dos bons tempos. Daí, esta matéria e a esperança de voltar a ver esse grande amigo alagoano. Fico esperando isso acontecer um dia. Por enquanto só a saudade ao ouvir a sua voz.

Nenhum comentário:

Postar um comentário