terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

PROTETORA DE ANIMAIS, EM MACEIÓ, PEDE AJUDA PARA MANTER ABRIGO

Cilene de Souza, uma abnegada em defesa dos animais abandonados

A luta de Cilene de Sousa Ferreira, conhecida por criar um abrigo para centenas de cães e gatos resgatados das ruas de Maceió voltou a ser discutida nesta segunda-feira, 27, quando amigos e admiradores do seu trabalho iniciaram uma campanha para ajudá-la a manter o abrigo, que funciona na sua residência, no bairro do Tabuleiro do Martins.
Em abril do ano passado, o Alagoas 24 Horas foi até o abrigo criado por ela e sua família para mostrar seu amor pelos bichos e as dificuldades que enfrentam para tratá-los e encontrar novos lares. Hoje a situação não é diferente. Amigos lembram que são consumidos, diariamente, aproximadamente 30 kg de ração canina e 25 kg de ração felina, além de necessitarem, com urgência, de materiais de limpeza, higiene e medicamentos de uso veterinário e humano.
“Cilene precisa do apoio de pessoas que saibam reconhecer o direito à vida e ao bem estar desses animais. Precisa das pessoas que possam fornecer qualquer ajuda, como ração para cães e gatos, remédios, jornais, lençóis e toalhas, produtos de higiene para os animais e para limpeza do ambiente, utensílios veterinários, como colares pós-cirúrgicos, bebedouros, comedouros; itens farmacêuticos, como algodão, gaze e tudo mais que julguem necessário para os animais”, disse uma colaboradora que se identificou como Socorro dos Anjos.
Abrigo
No abrigo, cada cão ou gato que chega é castrado e ganha logo o nome, muitas vezes, relacionado com a situação em que foi encontrado ou com suas características. Todos carregam uma história sofrida ou de maus-tratos. No entanto, em um terreno amplo e arejado as marcas do passado parecem ser amenizadas com o carinho e amor recebidos no novo lar.
É o caso de Morena, uma rottweiler, que antes de chegar ao abrigo seria sacrificada pelo antigo tutor. “Ele queria se desfazer dela. E disse que se não encontrasse lugar para deixar, iria matá-la. Nós nos compadecemos e ficamos com Morena. Apesar do tamanho, ela é muito carinhosa, doce e amorosa também. Tenho muito amor por cada um deles e não consigo ver um animal abandonado na rua. Não consigo colocar a cabeça no travesseiro enquanto não acolhê-lo”, contou Cilene.
As pessoas que desejam adotar um animal ou ajudar dona Cilene com doações devem entrar em contato por meio dos telefones: (82) 8803-5143/(82) 9926-3714.

Fonte:Alagoas24Horas

Nenhum comentário:

Postar um comentário