sábado, 13 de agosto de 2011

120 DIAS SEM A ALEGRIA DO MEU AMIGO CARLOS ALBERTO

Amanhã, dia 14, faz 120 dias do falecimento de  Carlos Alberto Torres. Reproduzo a mensagem que me foi entregue no dia da missa de trigésimo dia do meu amigo Albertinho:

Carlos Alberto numa festa do TC, primeiro da esquerda. (foto do arquivo de Jalon Neto)  
                                                 
 “A vida não é nada. A morte não é nada. Eu somente passei para o outro lado do caminho. Eu sou eu, vocês são vocês. O que eu era para vocês, continuo sendo. Me dêem o nome que vocês sempre me deram, falem comigo como vocês sempre fizeram. Vocês continuam vivendo no mundo das criaturas, eu estou vivendo no mundo do criador.Não utilizem um tom solene ou triste, continuem a rir daquilo que nos fazia rir juntos.Rezem, sorriam, pensem em mim. Rezem por mim. Que meu nome seja pronunciado como sempre foi sem ênfase de nenhum tipo. Sem nenhum traço de sombra ou tristeza. A vida significa tudo o que sempre significou, o fio não foi cortado.Porque eu estaria fora de seus pensamentos, agora que estou apenas fora de suas vistas? Eu não estou longe, apenas estou do outro lado do caminho. Você que aí ficou, siga em frente, a vida continua, linda e bela como sempre foi”.
                                               Carlos Alberto Siqueira Torres
                                                               25.12.1953
                                                               14.04.2011








Nenhum comentário:

Postar um comentário