quarta-feira, 6 de abril de 2011

DICAS PARA QUEM DESEJA PARAR DE FUMAR

     É dificil, mas vale a pena tentar          
              
Não fui um viciado em cigarro. No tempo em que eu fumava (há 28 anos) uma carteira durava geralmente dois dias.Talvez por isso tenha sido mais fácil deixar o vício,o que aconteceu em 1983,quando eu estava assumindo a  direção geral da Rádio Meridional, na cidade de Garanhuns, interior de Pernambuco, me preparando para ler o Jornal Meridional às sete horas da manhã, como fazia todos os dias com o companheiro Jonas Silva. Acendí um cigarro e, no primeiro trago, me veio aquela vontade de parar de fumar. A partir daquele dia, não coloquei mais um cigarro na boca. São, portanto, 28 anos, e não sinto mais nenhuma vontade de voltar ao vício. Ainda bem.  Mas, sei que é preciso muita força de vontade para abandonar o danado do cigarro, porém não custa nada tentar... Diante dos prejuízos que o tabagismo causa à saúde, aumentando inclusive o risco de um ataque cardíaco, o melhor que os fumantes têm a fazer é abandonar o vício. Sabe-se, porém, que esta não é uma tarefa tão simples assim e requer muita disciplina e força de vontade.Quase todos os Estados brasileiros (com exceção de Espírito Santo, Maranhão, Minas Gerais e Rio Grande do Sul) têm lei que proibe o fumo em recintos de uso coletivo. E atualmente tramita no Congresso o Projeto de Lei 315/08 para tornar o Brasil, como um todo, um país livre de tabaco. No Brasil, 200 mil mortes anuais são causadas pelo tabagismo. Para ajudar as pessoas que querem parar de fumar, a Sociedade de Cardiologia do Estado de São Paulo (Socesp) divulgou 10 recomendações desenvolvidas pela psicóloga Silvia Ismael, diretora do Centro Psicológico de Qualidade de Vida. Confira:
1 – O primeiro passo é o fumante se conscientizar sobre o mal que o cigarro traz à sua própria saúde e à saúde das pessoas com as quais ele convive;
2 – Decisão tomada, reduza gradualmente o consumo de cigarros, durante uma semana, observando aqueles que você pode eliminar de imediato, como o cigarro após o café, assistindo televisão e antes de dormir;
3 – Uma medida que pode ajudar é marcar na agenda um dia para parar de fumar definitivamente e ir reduzindo a quantidade de cigarros até lá;
4 – Para aliviar a tensão causada pela falta do cigarro, procure ter à mão uma garrafa de água, cravo, canela em pau, cristal de gengibre ou cenoura;
5 - No dia marcado para se livrar de vez do fumo, jogue fora cigarro, cinzeiro e isqueiro;
6 - Cada vez que sentir aquela vontade de fumar, tome um ou dois copos de água gelada, e mastigue o cravo, a canela, o gengibre ou a cenoura para “distrair” o organismo;
7 - Realize exercícios de respiração: inspire profundamente, segure contando até cinco e solte o ar pela boca semi-aberta lentamente. Faça isso cinco vezes seguidas;
8 - Após as refeições, quando costuma ser grande o desejo de fumar, procure escovar os dentes para afastar essa vontade;
9 - Os exercícios físicos são grandes aliados de quem quer deixar o cigarro. Escolha alguma atividade física, mesmo que leve, e passe a praticá-la regularmente. Por exemplo, caminhar todos os dias por cerca de trinta minutos;
10 - Enfrente cada dia como se fosse o primeiro e siga em frente. Acredite na sua força de vontade.

Um comentário: