terça-feira, 4 de janeiro de 2011

UMA HOMENAGEM QUE GUARDO COM CARINHO E MUITO ORGULHO

Em 7 de junho de 2010,  meu ex-diretor e amigo Pedro Macedo, com quem tive a honra de trabalhar na Rádio Difusora de Alagoas, resolveu me homenagear, escrevendo no seu Jornal Cultural uma crônica com o título  “Palavras para Você”. O Pedro, através dessas crônicas, sempre presta  homenagem aos radialistas que se sobressaíram no rádio alagoano, assim como às pessoas que se destacam em vários setores nas  Alagoas. E eu fui um dos escolhidos pelo Pedro Macedo para receber esta homenagem, o que me deixou muito orgulhoso. Por isso resolvi publicar neste meu blog esta crônica, dividindo este orgulho com a minha família. Obrigado, amigo Pedro.
Por Pedro Macedo

Palavras para você Rômulo Uchôa Cavalcanti ainda jovem com 15 anos apenas frequentava a PRA-8 Rádio Clube de Pernambuco acompanhando seu irmão Uchôa Cavalcanti um dos locutores da emissora. Por conta disso tinha “livre trânsito” às suas dependências e fez amizade com o todo pessoal. Assistia a programas, tanto no auditório como nos estúdios e ficava entusiasmado com tudo aquilo que via e ouvia.
Essa presença constante fez com que um certo dia Oto Costa, da direção técnica da Rádio Clube, o chamasse para que lhe prestasse um favor, dar um recado para a Ceará Rádio Clube, em Fortaleza: “Atenção Ceará Rádio Clube...dentro de instantes o jogo entre Sport e Ceará será transmitido através da nossa onda curta.” Ao sair do estúdio o Oto Costa sentenciou: “Uchôa, você leva jeito pra coisa.” Valeu a oportunidade.
Para você cujo segundo contato com o microfone se deu, aos 17 anos, quando aluno do Colégio Leão XIII no ano de 1954 foi escolhido para comandar uma apresentação do colégio no programa de auditório “A Taba se Diverte”, apresentado semanalmente na Rádio Tamandaré.
Tudo conspirava para que Pernambuco ganhasse um excelente homem de rádio quando o animador do programa, Almeida Castro, o convidou para a apresentação das atrações do colégio com a seguinte frase: “E para comandar o show do Colégio Leão XIII, eu convido o meu colega Rômulo Uchôa.”
Daí, ainda na Rádio Tamandaré foi convidado para apresentar um programa dirigido à classe estudantil, uma vez por semana no horário vespertino “A Voz do Estudante”. Posteriormente tornou-se locutor da emissora.
Alguns anos depois, 1957, seu irmão Reginaldo informou que a Rádio Jornal do Commercio estava convocando moças e rapazes para testes de radio ator. Topou o desafio e se inscreveu para o teste.
Aprovado participou de alguns capítulos da novela “Jerônimo, o Herói do Sertão”, trabalhando ao lado de nomes famosos, como Geraldo Liberal, Alberto Lopes, Marilene Silva, Creusa de Barros, sob a Direção de Geraldo Lopes. Ganhava “cachês” por cada capítulo e ficava orgulhoso ao ver o seu nome escalado entre os “cobras” da época.
Em 1962 convidado por Maurício Pinto para “tirar férias” de um dos locutores da Rádio Capibaribe do Recife não mais deixou de aproveitar as oportunidades na referida emissora, até que em janeiro de 1967 teve sua carteira profissional assinada pelo senhor Arnaldo Pinto, na função de Locutor Supervisor.
O seu talento já demonstrado em todos os prefixos por que passou gerou mais uma oportunidade desta feita em Maceió, quando fez uma visita à Rádio Gazeta de Alagoas, lá encontrando Edécio Lopes no cargo de Diretor Artístico e apresentando o seu famoso programa “Manhãs Brasileiras”. Papo vai, papo vem, o Edécio lhe ofereceu um emprego na Rádio Gazeta, na função de Diretor Comercial. Levado à presença de Dr. José Barbosa de Oliveira, Diretor Geral da rádio acertou os detalhes e se transferiu com a família para Maceió.
Com a transferência de Edécio para a Rádio Difusora de Alagoas Zé Barbosa convidou-o para que você assumisse a Direção Artística da emissora, pouco tempo novembro de 1969 até junho de 1970, mas tempo suficiente para ser reconhecido como um excelente profissional capaz de comandar com grande sucesso a programação de uma emissora de rádio.
Recife, novamente Rádio Olinda. Algum tempo depois um telefonema do Dr.José Barbosa de Oliveira volta a Maceió, e reassume a Direção de Programação da Rádio Gazeta de Alagoas, assumindo o cargo em 1º de agosto de 1974.Nesta oportunidade pode demonstrar todo seu talento convivendo ao lado de excelentes profissionais do rádio alagoano. A Rádio Gazeta liderava a audiência em quase todos os horários, com comunicadores de renome tais como: Floracy Cavalcante, Antônio Torres, Edson Mauro, Márcio Canuto, Ailton Villanova, Romildo Freitas, Arivaldo Maia, Jurandir Costa, Ielson Ávila, Waldemir Rodrigues (que era também seu assistente) além de uma competente equipe de técnicos.
Para você Rômulo que entre idas e vindas Recife x Maceió x Recife, sempre foi responsável por grandes sucessos na programação de várias emissoras de rádio. Teve também uma passagem vitoriosa pela TV Gazeta nos seus primórdios, mas na Rádio Difusora de Alagoas conseguiu realizar grandes trabalhos em épocas distintas passando pelo crivo de diversos diretores tais como: Cyridião Durval, Claudio Alencar e este colunista quando obtivemos grandes êxitos nos musicais, nas notícias e no esporte.
Caro amigo não podia deixar de registrar este belíssimo histórico que você escreveu ao longo de sua vida resumindo-o aqui nestas minhas Palavras para você Rômulo Uchôa.

Um comentário:

  1. Magnífica homenagem Papai.

    O Sr merece.

    Amigos sempre lembram dos amigos onde quer que estejamos.

    O Sr Pedro Macedo escreveu belas palavras de uma brilhante carreira sua meu Pai.

    Me orgulho cada dia mais em dizer aos meus amigos de hoje, que tenho um Pai que faz sucesso na rádio comunicação.

    Fiquei muito emocionado!!!

    E com muito orgulho mesmo meu Pai!!!

    Um beijo e um abraço apertado de seu filho

    Ivson Uchôa.

    ResponderExcluir